MAR DE CADIZ MAN by PERFUMART BRAZIL (in portuguese)

MAR DE CADIZ MAN, DE NADIA Z

Perfumart - resenha do perfume Nadia Z - Mar de Cadiz Man

O perfume Mar de Cadiz foi criado em 2014 em duas versões distintas: uma voltada para o uso dos homens e outra comercializada como unissex. Elas fazem homenagem às belezas de Cádiz, cidade localizada ao sul da Espanha e banhada pelo Oceano Atlântico.

Mar de Cadiz Man possui uma fragrância musgosa, salgada e marinha e faz parte da coleção chamada Ecosystems – Oceanic. Seu conceito criativo visa transmitir o cheiro que fica na pele após um mergulho nas águas tempestuosas e cheias de algas marinhas.

A composição é complexa e traz notas de algas marinhas verdes e vermelhas, musgos, cogumelos, madeiras, frutas cítricas (bergamota, yuzu e limões negros iranianos), folhas de chá verde, de mate e de Pandanus, flores de lótus, cravo, narciso e agrião indiano, além dos óleos nativos de Ximenia, Ucuuba e Bacuri.

Antes de falar do comportamento sobre a pele, valem algumas explicações: a planta Pandanus (Pandanus Odoratissimus) também é conhecida como Kewra (ou Kewda) e é muito utilizada na culinária Asiática, devido seu alto poder aromático; a Ximenia também é conhecida por ameixa azeda da África e lembra o cheiro de mel; a Ucuuba gera uma manteiga, a partir de suas sementes, com forte teor amadeirado; e a Bacuri é uma fruta popular da região norte e dos estados vizinhos à região Amazônica e produz uma manteiga de cheiro terroso e musgoso.

Na pele, Mar de Cadiz Man é um perfume bem difícil de agradar. A saída é forte, musgosa e de cheiro nada prazeroso. Levando em consideração que grande parte das vendas é feita com base nas notas de saída, isso é um ponto bastante negativo. A evolução é lenta e a fragrância só melhora depois de muito tempo, quando nuances mais cremosas e amadeiradas surgem, trazendo um cheiro úmido e denso que é, realmente, muito bom.

O ponto chave está na expectativa que criamos e no resultado do produto. De forma geral, principalmente em países tropicais que são tocados pelo mar, a tendência é imaginarmos toda fragrância oceânica com um cheiro azul, fresco e levemente frutado. E esta fragrância não tem nada disso, pois carrega muita presença das algas e resulta em um outro estilo de perfume oceânico, que talvez seja um cheiro comum para quem vive em locais de praias repletas de algas boiando nas ondas e secando às margens. Por esta razão, está longe de ser uma das minhas favoritas da casa, embora se mostre diferente com o passar do tempo. Ou seja, é o tipo de perfume que você precisa borrifar com certa antecedência antes de sair de casa e, principalmente, precisa deixar a mágica acontecer.

Para encerrar, resta dizer que é uma fragrância que o usuário sente por muito tempo, mas não tem alta projeção. A durabilidade também é muito boa, levando-se em consideração que não contém quaisquer moléculas sintéticas em sua composição.